top of page

6 livros imperdíveis segundo Pedro Bandeira


Que tal escolher a sua próxima leitura com a curadoria de Pedro Bandeira?

O autor deixou um montão de dicas na entrevista que fizemos, entre elas, seis livros imperdíveis para crianças, jovens e adultos.


1)O sol é para todos

Harper Lee


Um livro emblemático sobre racismo e injustiça: a história de um advogado que defende um homem negro acusado de estuprar uma mulher branca nos Estados Unidos dos anos 1930 e enfrenta represálias da comunidade racista. O livro é narrado pela sensível Scout, filha do advogado. Uma história atemporal sobre tolerância, perda da inocência e conceito de justiça. O sol é para todos, com seu texto “forte, melodramático, sutil, cômico” (The New Yorker) se tornou um clássico para todas as idades e gerações.*







2)A Ilha do tesouro

Aventuras em alto-mar, traição, lutas de espadas e uma caça ao tesouro eram coisas que não passavam de imaginação para o jovem Jim Hawkins, que vivia entediado na pacata hospedaria de seus pais.

Quando um sombrio capitão se hospeda na Almirante Benbow, isso começa a mudar: ele canta canções de marujos, parece paranoico sobre um marinheiro ameaçador e faz com que a estalagem seja tomada pela pior corja de bucaneiros que o garoto já viu.

É então que o rastro de um tesouro real cai nas mãos de Jim, e resta ao garoto se juntar a uma tripulação de nobres cavaleiros e partir para a Ilha do Tesouro, em uma corrida contra os piratas.*




3)Trago na boca a memória do meu fim

Ricardo Azevedo


A vida de um jovem rapaz é contada por ele mesmo nesta narrativa que apresenta um momento histórico e significativo para o entendimento da formação identitária do Brasil: a colonização. Estruturada em 38 capítulos, Trago na boca a memória do meu fim proporciona ao leitor a possibilidade de viajar por terras desconhecidas, repletas de aventuras, perigos, sobrevivências e sonhos de um personagem cheio de sofridas histórias para contar, mas que nem por isso deixa de ter seus momentos de confabulações e sonhos de mudar de vida. Entre referências históricas e literárias e a descrição nua e crua da realidade da colônia (como as torturas da escravidão), acompanhamos as peripécias do personagem principal e de seu parceiro de aventuras por esse Brasil tão áspero, mas também “rico e fascinante”, nas palavras do autor Ricardo Azevedo.**


4)Sardenta

Mirna Pinsky


Em 1963, Marina, uma garota judia, começa a namorar Pedrão. O relacionamento encontra forte oposição por parte da mãe da garota. Preocupações existenciais, sociais e o amor proibido acabam prejudicando os resultados escolares de Marina, intensificam os desencontro com os pais e tornam a situação doméstica insustentável. O golpe de 64 encontra a família em polvorosa. O tempo passa. Remexendo em papéis e lembranças, Marina desenterra essa história mágica de sua adolescência, em que paixão, generosidade e sonho se misturam com grande intensidade.*





5)Medonho

Rosana Rios


Medonho morava no banhado. Não era monstro ou dragão, não era cobra ou jacaré. Assim começa a história do Medonho, numa narrativa rimada construída com palavras formadas com "nh". Com o texto em letra bastão e períodos curtos, convida o leitor iniciante para uma grande aventura.*








6)Trudi e Kiki

Eva Furnari


Trudi é uma bruxa e Kiki não. Elas não se conhecem. Um dia porém seus caminhos se cruzam. Um pequeno incidente numa festa das bruxas as leva a trocar de mãe de casa e de vida. Esta história é uma divertida comédia de erros que felizmente acaba bem.*












Já leu algum dos livros indicados pelo Pedro Bandeira? Conta pra mim nos comentários.



*Sinopse retirada do site da Amazon

**Sinopse retirada do site da Martins Fontes

7 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page